segunda-feira, 16 de julho de 2012

Roer as unhas jamais!

Bom dia Meninas
Tudo bem com vocês.
Hoje estaremos publicando as roedoras de unhas ou até mesmo aquelas que conseguiram livrar-se desde vício. 

Se você é da turma de meninas que adora roer as unhas e tirar as “pelinhas” que ficam nos cantos dos dedos com a boca, atenção! Essa mania, além de levar sujeira para dentro do seu organismo, pode danificar as suas unhas e causar inflamação na pele. Mas não fique nervosa, pois isso só favorece esse hábito! A dermatologista é especialista no assunto e dá orientações bem práticas para superar o problema!
Causas da compulsão
A onicofagia é o nome dado ao hábito de roer as unhas. Ele começa quando ainda somos pequenas e pode estar relacionado à busca inconsciente de conforto, à ansiedade, à insegurança, à má adaptação ou a medos diversos.
Consequências das unhas roídas
Quando roemos as unhas, nossa única preocupação é com a estética: sempre pensamos que nossas amigas têm unhas perfeitas e as nossas são horrorosas. Mas esse hábito tem consequências bem mais graves que simplesmente a aparência.
Roer unhas pode causar infecção na garganta devido a bactérias presentes nas mãos (contaminação por parasitoses), além de inflamação do tecido ao redor da unha, que leva à deformação e dificuldade de crescimento das unhas. Sem contar o prejuízo para os dentes, que ficam gastos.
O que fazer para deixar as unhas crescerem

Dica número 1: A alternativa mais fácil e comum para conseguir não roer as unhas é deixá-las sempre bem feitinhas: lixá-las, aplicar esmaltes e enfeites para que você perca a vontade de colocá-las na boca.
Dica número 2: De forma geral, é preciso cuidar da autoestima e incentivar o alívio da ansiedade. Uma forma de conseguir isso é praticar esportes ou se dedicar a outras atividades recreativas.
Dica número 3: Manter as mãos ocupadas com trabalhos manuais, por exemplo, também é uma boa dica para aliviar as tensões e tirar o foco da mania de roer as unhas. Que tal começar a pintar quadros, fazer artesanato ou até mesmo tocar teclado ou violão?
Dica número 4: Se nenhuma sugestão anterior resolver o seu problema, você pode apelar para uma alternativa mais radical: cobrir as unhas com esparadrapos, passar pimenta, óleo ou produtos com gosto amargo nos dedos. Essas dicas ajudam porque chamam a atenção da pessoa e o hábito se torna consciente. Mas, de qualquer forma, é preciso que você esteja motivada a superar a mania.

Espero que tenha gostado!
Deixe seu comentário!
Boa semana! Beijos

2 comentários:

  1. Adorei o post!

    Beijos,

    Pamela
    (http://www.lixarpolirpintar.com)

    ResponderExcluir
  2. Pamela :)
    Dicas são sempre bom :)

    ResponderExcluir